Inspirados

O projeto Inspirados, pensado em 2015, começou como um álbum. A ideia era escrever para quem quisesse ver suas fotos expostas no Facebook do Ensaiando, possibilitando homenagens e postagens especiais. Aos poucos, a ideia tomou forma e a interação foi crescendo, reunindo mais de trinta participações. No entanto, diante da recente mudança na organização do blog, que teve sua página excluída, alguns textos se perderam. Agora, com o Instagram, o projeto recomeça, tendo todas as postagens e releituras listadas por aqui. Espero que curtam tanto quanto eu e participem!

Publicações aleatórias e semanais. Enviem suas fotos para ensaiando@hotmail.com

Espero passar o tempo, a noite clarear. Sonho acordada, mas tenho plena consciência da minha jornada. E mergulho em pensamentos, cabelos ao vento, mergulho em suposições que me fazem sorrir. Qual será o motivo? Qual será o destino? Eu apenas sorrio e espero acontecer. Como alguém que anda devagar, sou um tanto cautelosa. Caminho a passos largos, mas na calma que me é rotineira. Já como quem anda só, paro quando necessito. E fico um pouco comigo, é quando começo a imaginar. É quando começo a pensar que talvez, só talvez, nem tudo aconteça por interferência minha. É quando começo a entender que tudo passa, mas deixa lições e talvez, só talvez, eu ainda esteja no looping que última causou. Bom, sorrio, é o que posso fazer. Por mais que eu saiba sair e voltar, é o tempo que me move, é a vida que me guia. Acho que posso parar e me curtir um pouquinho. ·Carolina Gama· . Recomeço do projeto #Inspirados. Postagens e releituras via @instagram e imagens recebidas/consultadas para participação. Listagem no @blogensaiando. Confiram! #Blog #Ensaiando #Writing #Instawrite #Instawriter #Escrita #Fotografia #Projeto #Momentos #Boatarde #FotodaJéssica @calmasempressa
Uma publicação compartilhada por Carolina Gama (@blogensaiando) em


Um corpo, só um corpo. Emaranhado de histórias, sensações e lembranças, o mundo estocado em um espaço único. Quem sou eu, afinal? O que represento? Quando falam do meu corpo, o que realmente dizem? Que compreendem como funciono, que sabem quanto amor trago comigo? Meu corpo, eu acredito, guarda marcas irreversíveis, mas faz delas morada de algo muito maior. Das dobrinhas, os prazeres. Dos arrepios, tantos que são, meus afazeres. Cada gota de suor que desce pelas minhas costas significa um passo dado, não importa seu tamanho. Aliás, tamanho nunca foi problema. A cada centímetro que mudo, muda comigo o desapego. Muda a forma do meu medo, o receio da desaprovação. Reprovada ou não, entendam: é um corpo. Só um corpo e nada mais, só há definição quando preciso vesti-lo. Como se precisasse, inclusive. É que nua, só de alma, me enxergo muito mais. ·Carolina Gama· . Recomeço do projeto #Inspirados. Postagens e releituras via @instagram e imagens recebidas/consultadas para participação. Listagem no @blogensaiando. Confiram! #Blog #Ensaiando #Writing #Instawrite #Instawriter #Escrita #Fotografia #Projeto #Momentos #Boatarde #FotodaMariana @nanamontez
Uma publicação compartilhada por Carolina Gama (@blogensaiando) em

0 Comentários:

Postar um comentário

Agradeço sua visita e espero que tenha gostado. Volte mais vezes!