Me segura

Sorri como ontem, me abraça como sempre. Me segura porque a sensação é de que vou me jogar e preciso de alguém que me socorra. Pega minhas mãos, enrola meu cabelo, me diz que ainda sente o mesmo porque eu preciso ouvir.

Faz de conta que continua, faz de conta que ainda nos pertencemos. Passeia suas mãos pelos meus medos e torna meus pesadelos passado. Abre outro sorriso, abre outra garrafa. Faz carinho no meu ombro e diz que fazemos parte de algo muito mais nosso.

Me segura, não me deixa cair. Reza por mim, zela por nós. Me segura porque a sensação é de cura, muito embora a loucura tenha nos guiado tão longe. Me segura porque a sensação é de liberdade, muito embora a verdade ainda fira. Me segura, me guia. Estarei aqui enquanto você estiver.


0 Comentários:

Postar um comentário

Agradeço sua visita e espero que tenha gostado. Volte mais vezes!