Condição

Pra ficar, pra ficar de vez
Pra tocar meu rosto, me beijar
Condição pra tanta coisa
Condição pra tanto afeto

Pra me abraçar nos dias frios
Pra me beijar de novo
Condição de tempo, de espera
Condição que aqui nada nega

Condição pequena, ego enorme
Condição que cega, mas que garante
Pra ficar, pra ficar de vez
Pra tocar meu rosto, me namorar

Condição, só
E eu fico também.


 

5 comentários:

  1. Oi Carolina. Interessante o uso das palavras no texto. Gostei do poema.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Daria uma boa letra de música... Adorei o texto.
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  3. Hey, Carol!

    Condição e ego. Eis aí duas coisas que caminham bem juntas nos últimos tempos, né? Ninguém se entrega mais, ninguém sente mais. Sempre há uma condição pra ficar junto e, na maioria das vezes, a condição é justamente não se considerar junto, pra não machucar o ego. É só pro agora, só pro momento. Ninguém investe mais no amor pra vida. Muito triste isso.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá
    que belas palavras, breve mas belas, gostei muito do poema e estava precisando ler algo assim, parabéns

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Sempre me emocionando né! Sempre imagino você escrevendo durante um pôr do sol, na beira de um lago sentada na grama. Porque pra saber escrever coisas como esta só assim hehe
    Adorei, como sempre <3
    Beijos

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita e espero que tenha gostado. Volte mais vezes!