De mim

Confusão é a palavra que vem quando você aparece. Quando surge pelos cantos, descobre pensamentos e habita sensações que guardo até de longe. Confusão é o que acontece quando nos deixamos levar, mas não levamos em conta o que realmente queremos ou sentimos.

Por você eu sinto afeto. Carinho, afeição. Não sei se é amor, não, confesso. Mas é forte, sabe? É grande, espaçoso, intenso. É o tipo de sentimento que a gente não define porque está ocupado demais tentando administrar. Por você eu rio à toa, brindo, minto. Escolho o que digo porque sei até onde te faço ficar. Mas, confesso: não dá.

Você me confunde com essa perfeição disfarçada, com o jeito simples de falar. Me confunde quando sorri querendo mostrar quem realmente é e quando sorri pra me mostrar o que quer. Pode acreditar, eu sei. Mas você me confunde, principalmente quando não segue adiante. Quando para um instante e parece que volta ao mundo real, um mundo onde quem fica não sou eu.

Confusão. Confusão é a palavra que vem quando você aparece.
Eu queria que você soubesse consertar.




10 comentários:

  1. Que texto lindo, Carolina! Me fez pensar bastante sobre as pessoas que às vezes parecem tão perfeitas para nós, mas nunca ficam ou não foram feitas para ficar. É um mergulho em sentimentos muito grandes, adorei todos os que você me proporcionou através do texto.

    xoxo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Amanda, fico feliz! Obrigada!

      Excluir
  2. Oi! Que texto lindo!
    Acho que já senti algo parecido, e insisti em ficar com alguém que me fazia bem, mas não era "a" pessoa certa para mim. Amor, acredito que é algo mais forte mesmo. Vai além da explicação, faz vibrar, pulsar... Hoje em dia amo de verdade e tenho a certeza de ser amana.
    Bela reflexão! Adorei!

    ResponderExcluir
  3. Aiii essas confusões que a gente torce para serem resolvidas...
    Lindo texto! Já disse o quanto sou fã da sua escrita, Carol? <3
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Me fez lembrar a música cantada por Djavan, SE, 'Você disse que não sabe se não/
    Mas também não tem certeza que sim/ Quer saber?/ Quando é assim, deixa vir do coração' terminei o texto com a música na cabeça. ^^

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Fazia tempo que não aparecia aqui pelo blog e quando o faço, me deparo com essa explosão de sentimentos e confusão que me identifico tanto!
    Há pessoas que parecem existir somente para nos desestabilizar, tirar nosso chão e muitas vezes sinto-me assim... só querendo que ao invés de fazer isso, que a pessoa simplesmente conserte os danos que deixou.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michele! Obrigada pela visita! Amei saber que te agradei. Beijos!

      Excluir

Agradeço sua visita e espero que tenha gostado. Volte mais vezes!