Em tempos de crise

Crie, invente. De nada adianta reclamar.

De nada adianta apelar, contaminar quem está em volta ou desejar que os problemas desapareçam. Em tempos de crise, fica bem quem tem um sorriso no rosto e a vontade de tentar. A vontade de seguir, de continuar. De cair e levantar mesmo que alcançar o objetivo signifique demorar.

Quando algo não vai bem, sobressai aquele que tem garra. Aquele que encontra empolgação nas coisas simples e agradece ao final do dia. Quando algo não vai bem, não adianta forçar. Aliás, a pior coisa que existe é gente que força a ordem natural das coisas.

Se existe um problema, existe uma solução e isso não significa que ela virá de uma hora para outra. Se existe uma dificuldade, existe um jeito de superar, mas isso não significa que a saída será a mesma para todos. De nada adianta fingir não enxergar, de nada adianta se desencantar com a vida.

Como dizia um professor que tive, em tempos de crise, crie. A diferença é só uma letrinha.



0 Comentários:

Postar um comentário

Agradeço sua visita e espero que tenha gostado. Volte mais vezes!