Só palavras

Eu queria. Queria e precisava de você. Tudo de você, como um contrato. E veio aquela voz. Ecoando, sussurrando. Eu já sabia que tinha perdido. Eu queria, mas não soube manter vivo. Não prendi você, mas também não me esqueci de como deveria ter feito. Meu coração é seu, eu falei, mas nada consenti. Precisava te ouvir no meio da noite e te dizer palavras sem nexo. Sorrir ao som da tua voz. Ser teu motivo. Não posso evitar, tudo que eu penso é nisso, é em nós dois. Queria me segurar em você e não largar nunca mais. É automático. Toda burrice é tola como o medo, então, talvez eu consiga. Por você. Por mim. Pelas noites acordada. Pela cor dos teus olhos. Você é a minha força. Quero ser sua razão, quero esquecer do tempo já que ninguém mais barra meu caminho. Desbloquear sua estrada, guardar seus pertences, ser tua por mais um dia. Eu quero tudo um pouco mais. Eu quero poder. Eu quero acreditar. Eu quero poder acreditar. Eu queria ganhar sem perder e fazer você lembrar de mim. Uma hora mais.




Gostou? Para receber os próximos posts, clique aqui.

18 comentários:

  1. Aí para! Que texto fofo! Simplesmente adoreiii, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Hey, Carol!

    "Eu queria. Eu deveria. Eu sabia."
    Tanta coisa que a gente sabe e mesmo assim, por vários motivos, acaba deixando passar, né? Às vezes são coisas que não nos fazem bem e é melhor mesmo que as percamos, mas às vezes são as coisas que nos fazem bem, e que só percebemos isso depois que as perdemos.
    Entra aí o velho ensinamento de que devemos aproveitar cada momento e dar valor a tudo o que vivemos e temos. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvidas, San. Mais pertinente impossível! Beijos, obrigada pela visita sempre!

      Excluir
  3. oi^^
    pow tem coisas que no fundo a gente sabe né? mas, parece que queremos rejeitar a ideia pra nada daquilo se tornar vdd.
    gostei do texto.

    ResponderExcluir
  4. Noffa, que texto mais lindo.
    Amo texto que falam de sentimentos e trazem aqueles suspiros involuntários. Simplesmente, perfeito!
    Quero mais!

    Beijos
    Bella Martins
    The House of Stories

    ResponderExcluir
  5. Eu queria ganhar sem perder!!!!
    Que texto mais lindo!
    Li mais de uma vez, de tanto que gostei e deu a maior vontade de copiar :)
    Parabéns pelo belo uso das palavras!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, só não esquece dos créditos! Obrigada pelo carinho!

      Excluir
  6. Não só palavras, são sentimentos expressos de uma forma encantadora. Adorei sua reflexão, sua forma poética de ver tudo isso <3 Me apaixonei

    ResponderExcluir
  7. Tão poucas palavras, tantos sentimentos. Caramba! Que emocionante ler e pensar em diferentes formas de amor. Tirando uma frase ou outra, por exemplo, parece a carta de uma mãe a um filho. :)

    Beijos!
    http://www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que faz sentido? Isso que é bacana nos comentários, sempre tem alguém me mostrando um outro ponto de vista. Amei, Fran! Obrigada!

      Excluir
  8. Acho triste. Mas, verdadeiro. Acabei de passar em outro Blog e dizer que meu amor morreu e não quer desmorrer, ele se quer descansar sozinho em algum lugar. E é exatamente isso. Esse texto fala tanto dos nossos corações hoje em dia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo perfeitamente e acho que é por aí, Tatyana. Muito obrigada pela visita!

      Excluir
  9. Oie
    esses textos são sempre bons para ler e dar uma esparecida, belas palavras, que eu consiga uma inspiração em breve para escrever assim

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai conseguir! E quando conseguir, me conta. Faço questão de ler. Beijos e obrigada, Catharina!

      Excluir

Agradeço sua visita e espero que tenha gostado. Volte mais vezes!