Fato

É quando eu escrevo
É quando eu bocejo
É o prazer do momento
e de tudo que vejo

É quando ouço pássaros
É quando acordo tarde
Quando danço meus passos
e quando fico à vontade

É quando eu escrevo
que tudo tem cor.



Gostou? Para receber os próximos posts, clique aqui.

12 comentários:

  1. Poxa! Que muito massa esse poema!
    Parabéns e espero que logo vc publique um livro de ensaios. Eles são muito bons! Eu compraria e leria com certeza.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Marcia! Prometo pensar nisso. ♥

      Excluir
  2. Oi Carolina!
    Ótimo texto, muito lindo.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adoreeei ☺
    Adoro textinhos assim, também escrevo algumas coisinhas ☺ Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Que lindo texto. Adorei!!!!
    Sabe que eu me sinto um tanto assim, com o mundo ganhando cor - mas quando leio e não quando escrevo...
    Parabéns!!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  5. Olá, adorei seu poema, trás uma serenidade e um ritmo bem legal *-*

    http://meumundo-meuestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. já te disse algumas vezes que amo sua escrita kkk

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita e espero que tenha gostado. Volte mais vezes!