Sobre mim

Há dias em que me sinto exposta. Mas, é aquilo: quem não está? Quem não está no centro das atenções, mesmo que as atenções não sejam o centro de tudo?

Há dias em que me sinto triste, meio gasta. Há dias em que tudo que eu quero é o que basta, ainda que eu não tenha feito nem metade das coisas que desejo fazer. Há vezes em que toda a minha coragem toma forma e um balão sai voando pela minha janela. Há vezes em que ele não volta.


Mas, se quer saber, eu não ligo. Estou aqui pelo mesmo motivo que ele vai embora: pela vida. Pela pressa, pela demora, pela chance da corrida. Estou aqui pra sentir os prazeres e as dores de alguém que sente mais. Pensa menos, vez ou outra, mas sabe que sente mais que a maioria e afasta a vaidade sem medo, se preciso. 


Sabe, eu gosto da minha vida, de não saber de tudo. De brincar de cigana e esperar pelo futuro. Por mais que o meu esteja fadado a um caminho difícil, tão cheio de pedrinhas. Não faço delas o meu castelo, mas faço delas entrelinhas.







Gostou? Para receber os próximos posts, clique em "Participar deste site"!

32 comentários:

  1. "Há dias em que me sinto triste, meio gasta. Há dias em que tudo que eu quero é o que basta, ainda que eu não tenha feito nem metade das coisas que desejo fazer. Há vezes em que toda a minha coragem toma forma e um balão sai voando pela minha janela. Há vezes em que ele não volta."

    Carol, ultimamente eu tenho me visto tanto no meio dos seus textos!
    Continue, menina! Continue a colher suas estrelinhas e não perca a força. ;)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Gostei muito da reflexão, eu também as vezes me sinto exposta demais muito vulnerável a tudo e sinceramente me culpo plenamente por isso, por mais que eu seja uma pessoa fechada, acho que sou alguém muito fácil de ler, então fico assim me sentindo desvendada, como se eu não fosse lá tão interessante (o que eu realmente não sou haha). Gostei da reflexão, se eu começar a escrever aqui vou acabar desafando. Parabéns pelo blog e lhe desejo muita sorte.

    Abraços
    colecoes-literarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fácil de ler, isso mesmo! Obrigada, Vivianne! Pode desabafar, viu? Escrever tem isso de bom. Beijos!

      Excluir
  3. Oii!
    Me identifiquei muito com suas palavras! É bom ver como nossos sentimentos não são algo que apenas nós sentimos, e é bom ver como se procurarmos podemos encontrar alguém que compartilhe nossos sentimentos!

    Vitória, www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  4. Olá flor, adorei o texto. Somos um turbilhão de sentimentos e muitas vezes não estamos preparados para aquilo que está por vir. Eu sou bem instável quando o assunto é sentimento, vivendo um dia de cada vez.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Adorei o texto :) Mesclou bem isso de se sentir exposto mas saber que, se não for assim, a vida acaba ficando pela metade, especialmente no quesito sentimentos. Mesmo a gente tentando não se expor tanto pra não sofrer... Tá bem reconhecível haha :D

    Bjs, Cass | www.livroseoutrascoisas.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Menina, amei seu texto! O trecho em que fala sobre se sentir triste definiu bem como tenho me sentido estes dias.
    Continue a escrever, nunca desista, tá?
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  7. Que texto e que imagem linda!
    "Sabe, eu gosto da minha vida, de não saber de tudo. De brincar de cigana e esperar pelo futuro." ...simplesmente amei!!!
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi! Achei seu texto tão simples e ao mesmo tempo tão profundo! Lindo lindo! Parabéns! ❤

    Blog Ei, Carol!

    ResponderExcluir
  9. amei o final que diz: faço delas estrelinhas *--* achei isso uma fofura.
    anyway, acho que todo mundo em algum momento se sente um pouco exposto.

    ResponderExcluir
  10. Oiii meu bem, achei seu texto completamente encantador e surpreendente, durante as entrelinhas do texto pudeme enxergar. Adorei <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Olá! Adorei a foto e, principalmente, o texto! Impressionante como conseguiu ser simples e expressar toda uma complexidade de sentimentos, parabéns!
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Carolina, texto muito bonito.
    É extraordinário como é assim que me sinto as vezes.
    Principalmente a parte do balão.
    A única coisa que não pode acontecer é desistirmos.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Obrigada, Déborah! Beijos.

      Excluir
  13. Olá! Cada dia temos nossos momentos, alguns em que queremos ficar sozinhos e outros acompanhados de nossos amigos! Gostei do seu texto! :D

    Beijão da Lari!
    Brilliant Diamond |Fan Page

    ResponderExcluir
  14. Esse "não saber de tudo" acredito que seja nosso maior trunfo. Porque justamente por não saber, temos forças para seguir nossos ideais e mudar o destino - se é que ele existe.

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Adorei o texto, e essa brincadeira cigana é válida para todos, haha.

    ResponderExcluir
  16. Mais uma vez essas lindas que cai como uma luva para o dia de hoje. Palavras com sentimentos que conflitam e se encaixam perfeitamente. Lindo!!!! Bjkas

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita e espero que tenha gostado. Volte mais vezes!