Moça, esse texto é pra você

Que quer agradar mais a si mesma, mas não agrada. Que já passou da idade de entender que plateia não dá resultado, mas ainda espera por aplausos. Esse texto é pra você entender que não está sozinha e que tudo é uma questão de hábito.

Vivemos em um meio onde o que importa são as visualizações. Quase tudo gira em torno do que temos a mostrar e das pessoas que conhecemos. Para alguns profissionais isso é ótimo, mas vivemos em um meio onde o que interessa é o superficial e as pessoas não se interessam muito pelo que está guardado. Você, mais do que ninguém, sabe disso. Suas amizades são quase coleguismo e os julgamentos são sempre por qualquer besteira. Seus sonhos, muitas vezes, são motivo de uma inveja disfarçada, a tal da inveja branca, ainda mais quando você divide uma alegria. Não, hoje em dia não é fácil ser confiante e confiar ao mesmo tempo.

Mas, moça, você pode mudar.

Tudo bem deixar de gostar, desacreditar e se afastar quando preciso. Tudo bem não segurar as pontas dos outros o tempo inteiro. Você precisa saber que é assim mesmo e que nem todos partem do mesmo princípio. Você precisa saber que se valorizar é importante, mas que nenhuma postura é regra. Caso contrário, a vida emperra. A vida e as relações que surgem pelo caminho. Você precisa ter em mente que não é questão de se importar com o espelho, mas de não corresponder ao que não te acrescenta. Pessoas como você podem precisar de um tempo até se convencerem disso e podem se decepcionar com facilidade, mas a boa notícia é que as decepções não duram pra sempre. Perfeição é um conceito bonito, moça, mas é tão relativo quanto o que deve sair pro novo entrar.




Gostou? Para receber os próximos posts, clique aqui!!

0 Comentários:

Postar um comentário

Agradeço sua visita e espero que tenha gostado. Volte mais vezes!