O Turismo e eu

Não, eu não desencorajo o turismo no Brasil. Eu não espero que a atividade termine ou perca seu valor. Eu só engrosso o coro de quem acha errado manter a realização de eventos como as Olimpíadas, por exemplo, em um momento como o nosso. De quem acha que mobilização não existe só em datas festivas e de quem acha que perdemos uma chance de fazer diferente, de melhorar o que não temos. Sim, chega a ser utópico. Utópico e hipócrita também, considerando que pulei de alegria com a escolha da minha cidade e que vou torcer pelos nossos atletas e assistir aos jogos do conforto do meu sofá. Mas não consigo pensar diferente, agora.

É que vejo muita coisa fora dos eixos, é que penso no que poderia estar no lugar. Sei o que o evento vai nos trazer, sei o que vai deixar quando acabar. Sabe, eles ensinam bem aos turismólogos. A questão é que por mais que eu tenha orgulho de dizer que me formei no que quis, bate um desânimo. Pelo pouco reconhecimento, pela pouca valorização da atividade, pelos preços dos pontos turísticos, tão lindos e ainda inacessíveis para tanta gente. Pela dificuldade de fazer com que entendam que turismo não é só agenciamento de viagens, hotelaria ou a profissão de guia. Pela dificuldade que enfrentamos dia a dia, tentando não deixar que o nosso potencial seja ofuscado pela crise ou tentando evitar que as pessoas nos vejam de forma errada. Eu vejo muita coisa boa acontecendo, é verdade, mas até quando as ruins vão sobressair?

Sabe, o Carnaval acabou de chegar. Eu me pego pensando no tanto de gente que vive por isso, pela alegria da avenida, pela maior festa popular do país. No tanto de gente que vem até aqui só para se encantar com o que fazemos. No tanto de gente que, independente do evento ou acontecimento, encontra aqui um motivo para viajar, curtir a vida e admirar a nossa cultura. Coisa que nós também fazemos, na medida do possível. Mas também penso, cá com os meus botões: será que esse encanto vai além?

Espero que sim.






Gostou? Para receber os próximos posts, clique em "Participar deste site"!

12 comentários:

  1. Primeiramente,amei a tatuagem.
    Adorei seu texto.Tava discutindo sobre isso com alguns amigos esses dias. Toda moeda tem seus dois lados. Tudo tem seus benefícios e malefícios.Mas acho que em algumas situações um lado pesa mais que outro. Por mais reflexões como a sua.
    beijo.

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza. Obrigada, Rodrigo! Beijos.

      Excluir
  2. Adorei seu texto e estou adorando seu blog, muito bonito.
    Eu não gosto de viajar; na verdade, nunca viajei para lugares longe do meu município. Mas por medo que qualquer outra coisa, confesso.
    Como o Rodrigo falou no comentário dele, toda moeda tem seus dois lados. São diversos os pontos de vista que temos que estudar para entender a situação que nos encontramos.
    Parabéns pelo texto e reflexão.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, fico feliz! Obrigada pela visita e pelo carinho.

      Excluir
  3. Oie, tudo bem? São dois itens a serem analisados. Essa época de carnaval e o turismo. Eu por exemplo não curto muito carnaval, pra mim não tem muito significado. No entanto viagens nos faz conhecer novas pessoas, culturas, aprender sempre mais, então qualquer tipo de viagem é válido. Não somente devido ao dólar, mas também para que possamos valorizar nossa raízes, é bom incentivar o turismo nacional. Beijos, Érika

    - www.queroseralice.com.br -

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo! E você? Sim, concordo. Incentivar o turismo nacional é sempre bom. Pena que alguns casos não favorecem o que precisam, né. Beijos, obrigada pela visita.

      Excluir
  4. Oi, flor! Primeiro, não sabia que você era turismóloga. Total falta de atenção minha, porque tá escrito bem aqui do ladinho. Mas concordo com você e adorei a reflexão. Por mais que o momento no nosso país não seja o melhor e que a gente se pegue pensando se certos eventos são mesmo necessários, tudo tem seus dois lados. Obs.: Eu amei essa tattoo.

    Beijos, Maria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, obrigada! Também amei a tatoo. Beijos!

      Excluir
  5. Me pego pensando em quantas coisas nesse país poderiam ser melhores se tivéssemos leis com mais intensidade nesse país, nem falo pelos governantes falo mesmo pelas leis que deveriam ter maior potência para colocar os maus nos seus devidos lugares. As coisas ruins acontecem infelizmente. E ainda acredito que tudo pode melhorar, sinceramente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Mila. Exatamente. Vamos que vamos, né? Beijos!

      Excluir
  6. Tatuagem diva <3
    Adoro tatuagens, já tenho 3 e indo pra 4/5º mas enfim kkkk
    Olha que texto otimo, adorei ler, eu sempre me pego pensando nisso em como as coisas são complicadas viu. Mas amei a forma como colocou em palavras.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não tenho, Kah, mas o desenho é certo na cabeça! Obrigada pela visita! Bom saber que gostou. Beijos!

      Excluir

Agradeço sua visita e espero que tenha gostado. Volte mais vezes!