Um texto sobre você



Imagine aquela viagem que você tanto sonhou em fazer. Aquela que seria seu sonho de consumo. Imaginou? Ótimo. Agora imagine se ela aparecesse do nada como a chance da sua vida e você tivesse que largar seu emprego. Você arriscaria? Quem sabe colocar as mãos no fogo por alguém que você ama ou pular de um curso pro outro bem no último módulo da faculdade. Você conseguiria? Eu duvido. Por mais que você diga que sim, eu duvido. E é com esse argumento que eu libero a minha afirmação: duvidar mostra que você tem medo do desconhecido. 

Nós estamos sempre buscando novidades e sempre temos medo de arriscar em alguma coisa. Dúvidas estão presentes em tudo. Desde a escolha da peça de roupa do dia ao que faremos até o dia acabar. Estão em em coisas simples ou grandiosas e até parece idiotice falar disso. O que nem sempre notamos é que a dúvida é fruto de gente insegura. Por mais que você não se diga inseguro, pode contar que se tiver dúvidas, será. Hoje são tantos os padrões espalhados por aí, esperando que as pessoas os sigam, que ninguém mais pensa em individualidade. Muitas pessoas não são mais individuais. Tudo porque dedicam seu tempo a se tornarem o que esperam que elas sejam. Sei que entendo pouco as minhas próprias ideias, mas eu também passo por várias dúvidas no meu cotidiano. Uma coisa é você querer emagrecer e se cuidar como pode. Outra coisa é ficar grudada em meios de comunicação tentando descobrir se já pode jogar fora o jeans rasgado ou se libertar do salto agulha. E o mesmo vale para mudanças maiores. As pessoas são mestres em perder tempo. Tudo, no final, dá em perda de tempo. Porque não se conhecem. Porque não sabem o que gostam e pior ainda: perdem tempo ouvindo pessoas que acham que sabem o que todo mundo gosta. É a tendência geral. Por mais que eu me submeta à dúvida de vez em quando, ainda guardo comigo minha lista de preferências. Eu sei dizer não, embora isso também não me livre de muito. 

Eu também tenho medo do novo. É quando paro e me pergunto: onde fica a razão em tudo isso? E a resposta vem clara como a pergunta: em tentar. Em enxergar a si mesmo fora do limite dos outros. Arriscar e sempre superar. A razão está em não ter medo de se mostrar e viver plenamente cada minuto seu. Portanto, não se prenda a conceitos e drible a insegurança. Quem vence, na maioria das vezes, vence porque tentou, não se prendeu a possíveis consequências e foi na cara e na coragem. Acordem. Gente insegura gera dúvida ao respirar. E insegurança hoje é o que faz muitos grandões andarem pra trás. Evite fazer destas características itens da sua lista de defeitos. Porque gente que duvida tem medo e encara tudo com insegurança. Gente segura encara o medo e faz da dúvida um novo desafio.




Gostou? Para receber os próximos posts, clique aqui

20 comentários:

  1. Oee,
    Que texto lindo!!!
    Eu me esforço muito pra escrever textos, mas nunca consigo passar de 3 linhas e já perco o rumo :/

    Seguindo o blog <3
    Étreintes
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Gabriel! Não deixe de tentar, eu comecei assim. Beijos!

      Excluir
  2. Ah! O novo assusta a qualquer um. Sei bem como é essa sensação, estou louca pra viajar, por sinal. Mas não posso largar tudo pra isso, não agora. Tenho medo de não recuperar o que vou perder quando sair. :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu costumo pensar que o que é nosso a gente não perde, mas te entendo bem, Mariana. Uma hora dá certo, né? Beijos!

      Excluir
  3. Olá, gostei muito do texto. Concordo bastante com você; se não tentarmos e nos arriscarmos por causa de dúvidas e inseguranças não poderemos ter certeza do resultado.

    Participe do sorteio da trilogia A Caverna Cristalina petalasdeliberdade.blogspot.com .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, que bom! Beijos e volte quando quiser.

      Excluir
  4. Gostei muito do texto, de verdade! Parabéns e concordo com você. O texto me fez parar para refletir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, fico feliz! Obrigada pela visita.

      Excluir
  5. Adorei o texto! Parabéns por conseguir, quando eu tento não saem muitas linhas! haha Muito bonito!

    Vitória,
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Vitória! Amei sua visita. Tente de novo, vai que dá certo? Beijos!

      Excluir
  6. Olá,
    ano passado comecei a faculdade de jornalismo, e acredita que uma das minhas colegas abandonou a faculdade de Psicologia logo em cima de fazer o tcc? Pois é, achei uma loucura, mas ela o fez!
    Mas confesso que tenho medo do novo também, ainda mais, tenho medo do desconhecido, do que ainda não fiz e não vivi. O futuro é algo que me intimida e muito! Mas estou aí seguindo firme e enfrentando meus medos pois acho que é assim que devemos fazer. Se ela abandonou o curso certamente é porque não via futuro naquela profissão e devia tá levando na barriga algo que não gostava, deve ter sido uma decisão difícil e que tomou grande peso em sua consciência. Enfim, adorei o seu texto!

    Att,
    decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau, que bacana! Pessoas assim me fazem escrever textos como esse. Sou como você, aliás. Mas acho que com o tempo a gente melhora, né? Quem sabe. Beijos e obrigada por comentar!

      Excluir
  7. Oi, tudo bem?
    Lindo texto. Eu acho que sou uma pessoa insegura, é difícil encarrar o medo rs
    Parabéns pela postagem.

    livrosvamosdevoralos.bogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, que texto lindo. Também me aventuro nessa vida de jogar palavras e acertar as pessoas de um jeito tão especial. Adorei seu texto.

    Beijos, Lali

    Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lali! Vou conferir o que você escreve também!

      Excluir
  9. Oie
    meu deus, que linda você de trazer um texto desse para gente, era o que eu precisava ouvir, pretendo iniciar muitas coisas nesse ano e tentar coisas novas, e como vc disse, só vence quem tentou, muito obrigada pelo incentivo

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que te agradeço pelo carinho e pelo comentário! É muito bacana ver vocês comentando e argumentando sobre o meu texto, é novidade. Beijos e volte sempre!

      Excluir
  10. Olá,
    Gosto dessa ideia da tentativa, acho sempre válida.
    Achei seu texto bem auto-ajuda hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também! Espero que tenha gostado. Beijos!

      Excluir

Agradeço sua visita e espero que tenha gostado. Volte mais vezes!