Juro

Aquele foi o dia em que prometi a mim mesma nunca mais deixar minha vida pra trás. Aquele foi o dia em que aprendi que sou mais. Que vivo, que sou capaz e que posso deixar qualquer um de queixo caído, se eu bem quiser. Foi dando adeus que aprendi a me ver no espelho. A me receber. A ser aquela menina que girava no quarto com as bonecas assistindo. Aquela que ninguém pensava que seria quem é, mas que ninguém fez força para ser, a não ser quem enxergava por dentro. Aquela que sabia o destino, sabia voar e não batia as asas direito por pura preguiça. Aquele foi o dia em que percebi que tudo está ligado, que tudo faz parte de um chão só. Que vai acontecer comigo o que tiver de acontecer, mesmo que eu fuja, mude, mude de endereço, de amigos, de amor, de ideais. O dia em que eu percebi que, na minha vida, a melhor e única exceção sou eu. Que sou eu quem decide o destino, mas o traço é de Deus. Que sou eu a dona do sorriso mais bonito e que, talvez, os outros é que precisem de óculos. Foi essa a razão pela qual eu corri de você aquela tarde. "Jura que vai fazer isso comigo?", você perguntou. "Juro", eu respondi. E foi a melhor coisa que eu fiz.


Imagem


Gostou? Para receber os próximos posts, clique aqui

14 comentários:

  1. Olá!
    Caramba, que texto bacana esse que vocês escreveu, realmente a vida prega cada peça com a gente que dá vontade de desistir, uma coisa que eu gostei muito foi esse trecho: Que sou eu quem decide o destino, mas o traço é de Deus. Não tem palavras mais sabias que essa. Não conhecia o seu blog, mas achei ele muito lindo e já estou seguindo
    Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Manoel! Obrigada pelo carinho também. Com certeza visitarei o seu blog. Beijos!

      Excluir
  2. Gostei do fim porque ele me lembra algo que eu fiz. No momento, parecia o pior erro da minha vida. Hoje? Tenho certeza que foi a melhor coisa que eu pude fazer por mim.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí, Ana! Ana ou Gabi? Bom, obrigada pela visita. Beijos.

      Excluir
  3. Que texto profundo... me identifiquei muito em algumas partes!
    Beijos

    myself-here1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. " Foi dando adeus que aprendi a me ver no espelho."
    Uau! Que texto perfeito! Gostei muito!

    ResponderExcluir
  5. gostaria de me sentir assim com relação a minha autoestima... xD
    belas palavras ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quem disse que não pode? Beijos, obrigada pela visita!

      Excluir
  6. Olá,
    Ótimas palavras.
    Gostei da reflexão que parece ser sutil mas no prende desde o começo.

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bom?
    Parabéns pelo texto. Ele faz com que as pessoas compreendam sua mensagem e refleitam sobre ela.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aline, obrigada! Fiquei contente com a sua visita.

      Excluir

Agradeço sua visita e espero que tenha gostado. Volte mais vezes!